Vizinhos querendo derrubar a mulher maravilha...

Tem vizinho de todo tipo. Vizinho simpático, esquisito, doido, alegre... Mas, tem uns que só Deus...

Entro no elevador do edifício onde moro, cumprimento uma senhora de mais ou menos uns setenta e poucos anos, (se bem que hoje, quem pode calcular a idade de alguém?) que nunca havia visto por aqui... Ela, na maior cara de pau, passa a mão no meu braço, observando a textura de meu casaquinho e sai com essa: "Se soubesse lavar não ficava assim." Ãh, como assim? Meu casaquinho de cashmere inglês... Poxa, é melhor que o argentino! Paguei caro por ele e a "senhorinha simpática" diz que é o resultado de minhas lavagens descuidadas? Tento explicar, mas ela não se dá por vencida  e solta outra pérola... "cashmere? Pra cima de mim?"  Graças a Deus chegou o andar dela e houve o seu desembarque, caso contrário ia tentar me "esculhambar" mais ainda.

No dia seguinte, ao sair de casa pela manhã, quem é a primeira pessoa que encontro? Isso mesmo, a figuraça. Descubro que é minha nova vizinha. Socorro! Depois do bom dia, a criatura pergunta: “Vai sair para pegar um solzinho? É porque, você está precisando..." Nem pensei em responder, pois o meu dia estava só começando e pelo visto, nesse entra e sai, ainda vou ouvir poucas e boas.

Já não chega  uma doida que mora no andar de baixo e é vendedora da Avon. Ser vendedora da Avon não é o problema. O caso é que é doida de pedra. Um dia cismou de tocar a campainha de minha casa insistentemente em um desespero só, reclamando que a cozinha dela estava inundada por causa de um vazamento que vinha do meu apartamento. Explicou que acordou com uma imensa poça de água no canto da geladeira...  Fiquei preocupada achando que realmente poderia ter acontecido alguma coisa na rede hidráulica daqui e procurei saber de detalhes, já que dentro de minha casa não havia nenhum indício de que isso estivesse acontecendo... Depois de muito tempo descubro que a "bonitinha" não mora na direção do meu apartamento... Nossos encanamentos não são comuns, nem há comunicação entre as paredes dos imóveis... Fez isso com os demais moradores do prédio também.


De outra vez veio buscar umas revistas da Avon que disse ter deixado  aqui com  meu filho. Não adotei nenhum e só tive meninas... Meu marido não é um garotinho... Tentei explicar que nunca havia ficado com revistas dela, que deveria estar se confundindo... Só faltou me chamar de mentirosa. Disse que voltaria mais tarde, para me dar um tempo para procurar... Realmente voltou. Plantou o dedo na campainha por quase dez minutos. Não abri a porta. Estava querendo evitar de arrumar confusão com doido, mas pedi ao meu marido para ter uma conversinha com ela, já que ele tem mais paciência... Assim foi feito. Quando nos encontrávamos, ela virava o rosto e não respondia aos nossos cumprimentos... Um belo dia, saio de minha rotina e vou com minha filha mais nova assistir a missa em uma Paróquia diferente da que frequento. Senta-se ao meu lado essa tal vizinha! Cumprimenta-me como se fossemos íntimas e a partir daí é só sorrisos... O que aconteceu depois disso? A coisa foi tão doida que para me livrar de suas investidas, todo mês acabo comprando alguma coisinha da Avon (mas nem olho a revista, para que ela não venha buscar... Geralmente peço algum sabonete e pronto). A tática foi um tiro no meu próprio pé, pois cada coisa que acontece na casa dela, corre para me contar... No dia das mães, o interfone tocou cedinho. Fui atender. Que bom, era ela! - "Oi querida, Feliz Dia das Mães! Escuta, deixei alguma revista com você?"...


 
Não tenho o que reclamar dos demais vizinhos, mas as duas já são o suficiente. Alguém está precisando de vizinhos e aceita doação?
 
Está difícil vestir essa "roupita" de mulher maravilha... Essas vieram para me derrubar...

15 comentários:

LaReK postou o comentário número:

Aiaiai... ainda bem que só tenho uma vizinha e ela é minha avó! Eheheheh! Mas, quando eu me mudar (vou morar sozinha em breve), vou ter estas experiências...

Beijinhos!

Leninha postou o comentário número:

Bom dia Renata querida!!!Estou rindo aqui sózinha e de suas peripécias com as vizinhas...("Tá rindo pq não é com você",vc deve estar pensando).Mas,falando sério,você deveria escrever um livro,seu talento é muito grande e Deus nos disse que não devemos desperdiçar os talentos com os quais fomos dotados.
Quanto ao meu gosto musical há controvérsias,aqui em casa todos reclamam do meu gosto pelo fado e afins...ainda bem que vc e milhões de outras pessoas partilham o mesmo.
Estou ouvindo um galo a cantar e não é metáfora,está cantando mesmo na casa do vizinho e devo começar minha "lida"ou como diz a xará Helena Chiarello,a estiva me espera...
Beijos risonhos e muito carinho,Leninha.

Val postou o comentário número:

Ai Re...que péssimo!!! Eu tenho uma vizinha louca assim...ela mora de frente com meu apartamento. Quando me mudei estava com as minhas cunhadas arrumando os armários da cozinha e de repente toca a campainha de casa...minha cunhada abre e fica que nem uma estátua, eu rapidamente larguei as louças e fui ver o que era...a louca estava dando o maior chilique porque os pais dela não conseguiam dormir com o barulho do meu ape...peraí dormir? eram 5 da tarde...rs..ainda disse que eu não respeitava e nem gostava de idosos (era a primeira vez que ela me via), depois de todo esse escandalo me deu um beijo na testa, disse que queria ser minha amiga, virou as costas e entrou no ape dela...rs. Vamos fazer o seguinte...eu te envio essa vizinha loca e vc coloca ela pra morar aí e vem vc morar aqui....quero tanto uma vizinha normallllllll...

Bjks

Val
www.balaioediariodaval.blogspot.com

Carolina Lima postou o comentário número:

Renata,
posso confessar que eu ri ao ler sua postagem? Parecem aquelas cenas que só acontecem em novelas... são nessas horas que fico feliz de não morar em prédio.
Na verdade eu não tenho muito o que reclamar, pode-se dizer que quase não tenho vizinhos.
Moro enfrente a uma escola infantil, do lado direito da minha casa é uma clínica (faz muito barulho durante o dia, mas aqui em casa, normalmente, só ficamos a noite, então acaba que não incomoda) e do lado esquerdo é uma casa que a clínica usa como depósito.
Esses são os meus vizinhos mais próximos, os outros são só sorrisos e bom dia quando nos cruzamos na rua.
O lado ruim é que 'cercas' são construídas, né? Um tempo atrás o ferro daqui de casa queimou e precisávamos passar uma roupa: não tínhamos nenhum vizinho para pedir um ferro emprestado...

Um grande abraço,
Carol :)
http://bembemsimples.blogspot.com

Ana de Geo postou o comentário número:

kkkkkkkkkkkkkk
Guidinha, eu não tow querendo não!
Acho que essas são os teus exercícios diários de longanimidade que o Criador tem te enviado! Paciência, minha irmã querida... paciência! E sabedoria não lhe falta! Vai contornando até elas se tocarem!
Já que a novata está em estado adiantado de "evolução", esperemos que a natureza se encarregue de mantê-la longe... E a da Avon, tenho uma idéia ótima! Consegue algumas revistas da campanha atual com alguém, e quando ela vir te procurar, oferece pra ela, fala que vai vender a partir de agora, pra ajudar a tua prima, ou outra menina que vc conheça! Ela nunca mais te oferece nada! Acredita! Já fiz isso! hehehe

Biula postou o comentário número:

Renata, boa tarde!

Vc merece uma medalha de ouro na categoria "Paciência", eu uso a tática da cara fechada (fechadíssima) para afugentar essas pragas. Disse um sábio que não precisamos morder de verdade, mas podemos mostrar os dentes e rosnar para afastar ameaças, rs

Beijo,

Leticia Klein postou o comentário número:

Oi Rê! Saudade!
Vim agradecer pela força de sempre!
Um grande abraço!
Leticia

Josi Passarelli postou o comentário número:

Oiii Renata, realmente vc tem que ganhar uma medalha, por aguentar isso, eu não suportaria essas coisas...rsrs. Minhas vizinhas são uma maravilha, ninguém tem tempo de apertar a campanhia.
Ah, se vc tiver alguma dúvida de informática, me procure.

jpmulheresnainformatica.blogspot.com

Leninha postou o comentário número:

Boa noite,Renata!estou passando para lhe desejar um final de semana muito feliz,com muita paz e muito amor no coração(sem encontros desagradáveis).
Vou dar uma fugidinha,visitar os netos,filho e nora em Barbacena e,talvez,até dê prá ir a Tiradentes.Quer alguma coisa de lá?
Bjssss,Leninha.

Brechó Recicle Online postou o comentário número:

Rsrrs... É minha amiga...a rapadura é doce mas não é mole nãããããão...rs... Morar em edificios tem lá suas vantagens, mas a convivência "forçada" com certas pessoas é uma das desvantagens!

Por aqui, tudo na paz, pelo menos no meu andar, mas já em outros andares...aff...Ainda bem que só encontro com certos "malucos", por segundos no elevador, mas mesmo assim, morro de medo do elevador quebrar e ter que passar mais tempo com eles...rs...Tem um que não sabe o que é banho faz tempo...hahahah

Faz parte, fazer o que né?!

Bjs

FLAVIA CRISTINA C. postou o comentário número:

OI RENATA, ACHO QUE TODO MUNDO TEM UNS DOIDOS DESSES PRA TRAVAR A VIDA, É COMPLICADO MESMO.EU TENHO SORTE COM VISINTHOS NÃO POSSO RECLAMAR POIS O MEU PAI QUE VOCÊ JÁ CONHECE É MEU VISINHO DO LADO ESQUERDO , NOS FUNDOS É MEU IRMÃO MAIS VELHO, E DO LADO DIREITO TENHO UNS VISINHOS CHATOS , MAS CONTRUIMOS UM MURINHO DE 3 METROS E NUNCA DEI MUITA ATENÇÃO POIS CONHEÇO A PEÇA RARA. BEIJOCAS NO CORAÇÃO E UM ÓTIMO DOMINGO

FLAVIA CRISTINA C. postou o comentário número:

OI AMORECO, A COBRA FOI FEITA POR MIM TAMBÉM , É CHEIA DE PEDREGULHO E SERVE COMO PESO DE PORTA. E ISSO QUE VOCÊ COMENTOU É VERDADE, SOU PROFESSORA DE MATEMÁTICA E AS VEZES ME SINTO MUITO CANSADA DE SER DESVALORIZADA, ESSA MINHA AMIGA É PROFESSORA JÁ A UNS 15 ANOS E ESTÁ PENSANDO EM IR PARA A BOLÍVIA ESTUDAR MEDICINA. EU ACHO QUE SE CONTINUAREM TRATANDO ASSIM O PROFESSOR , LOGO ESSA PROFISSÃO ESTARÁ EM EXTINÇÃO NO BRASIL, NA ESCOLA QUE TRABALHO COMEÇAMOS O ANO LETIVO FALTANDO 1/3 DOS PROFESSORES, É UM CAOS. BEIJOCAS...

Lúcia Bezerra de Paiva postou o comentário número:

Vim a jato agradecer teu comentário mais que incentivador, me deixa "cheia de dedos", os neurônios também aumentam, tal é a quantidade de "confetes dourados"....brigadão, Guidinha.

Hoje mesmo, pensei em interfonar para u vizinho seminovo que agora deu pra por música de péssimo gosto bem ALTO aos sábados bem cedo. Preferí recorrer ao síndico. É tão bom ser e ter bons vizinhos...Mas atualmente tá difícil...

Meus votos de pronto restabelecimento da saúde, que a gripe se mande....beijinhos, bom domingo...

Carmen postou o comentário número:

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK !!!!
Será que elas tem blog?????!!!!
Se tiverem vão se reconhecer!!!!!!
Se servir como consolo: Vc não está sozinha,no quesito vizinhos "super sinceros", onde vc não pergunta, mas eles querem falar...nos meus arredores está cheio!!! Doidivanos tbm!!!

Kika Diniz postou o comentário número:

Sei que o post não é atual mas adorei ler!! kkkk
Pelo menos não sobem no muro ou esperam seu marido no portão pra pedir dinheiro "emprestadado", ou pior se vc não tem todo o montante e oferece o que tem dizem, eu quero é X isso aí não me ajuda em nada, não quero! Educadinhos os meus vizinhos né?!rsrs
Bjks.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...