O final da história? Deduzam...

Minhas filhotas eram bem pequenas. A mais velha apresentou algumas erupções na pele que julguei serem provenientes de alguma dermatite de contato. Procurei uma dermatologista com as duas pimpolhas, já que a menorzinha ainda estava sendo amamentada e vivia pra lá e pra cá comigo no "bebê canguru", iniciamos a conversa para a consulta. Explico o que estava acontecendo e daí começam as perguntas, onde a certa altura o diálogo fica mais ou menos assim:
Dra Dermatologista- O seu marido tem alguma alergia respiratória?
Eu: - Não.
Dra Dermatologista: - E o pai das crianças?
Eu (sem acreditar ou entender o motivo desta indagação): - Dra, por acaso é o mesmo. O meu marido é o pai das crianças ...

Meu marido sempre acompanhou-nos em todas as consultas ao pediatra e a qualquer médico que as meninas precisaram, mas lamentavelmente nesse dia ele teve um compromisso fora da cidade e eu, dessa vez sozinha no consultório, escutei a pérola. É claro que essa profissional foi banida de nossa lista. Não só por isso, mas nessa mesma consulta ela receita uma injeção de Benzetacil para minha filhotinha que só tinha três anos e eu acabei falando em tom de lamento: - “puxa, minha filhota nunca teve que tomar nenhuma injeção, só as vacinas...",  ao que fui rebatida com arrogância pela Dra - "E Ilosone a madame aceita?"
Antes que possam suspeitar: Não, a consulta não era pelo SUS...  
O final da história? Deduzam...

                                                               foto google

10 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA postou o comentário número:

Renatamiga

Mesmo sem ser o Sherlock Holmes deduzi. E não queria estar na pele dessa «artista» da medicina...

Passeando na Cadeirinha de Arruar topei contigo. Feliz encontro proporcionado pela nossa Lucinhamiga que prezo e estimo porque ela merece. E, ainda por cima, minha mulher Raquel também é… goesa, tal qual o Gambeta era.

Gosto de estar aqui. E vou voltar, não te digo quando, nem eu sei – mas sei que vou voltar. E até à minha Travessa que também poderá ser tua.

Qjs = queijinhos = beijinhos

A

Vera Lúcia postou o comentário número:

Que horror, Ranata!
Até o SUS faria melhor e com menos grosseria!
Beijos.

Eva postou o comentário número:

Renata, passei por uma situação parecida, há umas semanas atrás e também não era SUS, que grosseria, lamentável né amiga? Eu adoro o que vc escreve, parabéns, querida, tens muito talento, é uma delícia ler teus textos. bjinhos, lindo final de semana para você.

Turquezza postou o comentário número:

Existem médicas que se acham!
São pobres mortais como qualquer outra pessoa ....
Mas arrogância não é fácil de aturar mesmo não.
Bom finde.
Beijos.

Keilla Colombo postou o comentário número:

Fiquei de boca aberta pela ignorância dessa médica, hoje em dia é cada coisa que a gente tem que escutar, mais aposto que vc jamais vai voltar nessa tal, néh...

BJosss

COLHENDO FLORES ENTRE ESPINHOS postou o comentário número:

Que coisa...
Tenha um super final de semana, tudo de bom
bjs

Mônica postou o comentário número:

Renata
Que pena não?
A Andrea conta que uma vez a dermatologista olhou o seu cabelo que tinha problema no couro cabeludo com a ponta da caneta. Pode?
com carinho e amizade Monica

Ana Jardim postou o comentário número:

Oi Renata,
O abuso e a falta de respeito dela foi demais...Coitada, ela deve ser uma infeliz! Acredito que ainda assim, ela deve ter tido sorte com você; Sei que você é uma pessoa educada, se fosse outra...sei não...
Amiga, um lindo FDs!
bjus

Cora Coralina postou o comentário número:

Uma pena este episódio.
Tenho tanta coisa ruim pra contar quando o assunto é médico.
Obrigada pelo carinho de sempre, adoro seus comentários.

um grande beijo, Cora.

Casa e Fogão postou o comentário número:

Renata


Vim agradecer a força e o carinho que teve comigo, no meu blog.
É bom saber que teho pessoas torcendo por nós.
Deus abençoe, querida.
Beijos, amiga.
Boa semana pra você e sua família.

Silmara

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...