Crianças... Vida que canta!



“- Tia posso ir fazer xixi?"  
“- Tia posso brincar?"
Essas são umas das frases que acabo de ouvir aqui, através da janela de meu quarto que dá para os fundos de uma escola de educação infantil. Sei que muita gente não gostaria de ter esse burburinho bem ao lado do seu quarto. Já a doida aqui, fica feliz feito pinto no lixo. Não, o barulho não é constante. A "passarinhada" não fica solta o tempo todo e, além disso, o sol  é inconstante aqui na serra... Então, deixe a molecada aproveitar.
Pelas vozes, a faixa etária não passa dos cinco anos e ainda estão naquela fase de obedecer a "tia". São barulhentos, mas educados. Não escuto brigas, nem nada que sugira grandes artes.
Mesmo estando sozinha em casa é impossível sentir solidão. A vida "canta" aqui do lado.
Fico feliz em saber que estão brincando, sendo bem cuidadas e gostaria de poder ceder a mãe de cada uma delas, um tempinho aqui em minha casa, para que pudessem perceber a alegria de seus filhos.
Não sei viver sem crianças ao meu lado. Acho que nem nunca vivi. Minha família sempre foi muito numerosa e fértil. Nunca faltaram primos, sobrinhos, filhos... Sempre tem criança.
Mais ou menos um mês atrás, uma de minhas irmãs comentava que estava na hora de chegar alguma nova criança na família, já que nossos caçulas do momento têm quatro, cinco e seis anos respectivamente. Santas palavras, abençoadas por Deus. A cegonha resolveu fazer ninho aqui no pedaço. Minha sobrinha mais velha (mais velha é brincadeira, Bruna. A primeira, ok?) anunciou que vai ser mamãe. Pronto, a família já está de cara nova. Todo mundo na expectativa da chegada desse novo pimpolho. Meus pais saltitantes com a vinda de mais um bisneto. Minha irmã na alegria da estreia como avó. A sobrinha e o marido dela recebendo a graça de se tornarem pais... Todos os demais membros da família, disputando um pedaço dessa imensa alegria.
Vou direcionar minhas arteirices já sabem pra quem, né? Então, em breve começo a mostrar o que for produzindo...


Este vestidinho foi de minha irmã que vai ser vovó agora. Parece que em abril deste ano, eu já estava esperando por esta novidade, quando resolvi lavar e fotografar todas as roupinhas que foram nossas e estão guardadas com minha mãe.


Eu quero muita criança perto de mim, para que brinquem com a criança que ainda teima em habitar no meu coração.
E você, ainda tem um restinho de criança aí dentro?

14 comentários:

✿ chica postou o comentário número:

Que legal!!Parabéns pra toda família que chamou um bebê e ele apareceu!!! Felicidades e uma boa e doce espera!!! beijos,tudo de bom,chica

Lúcia Bezerra de Paiva postou o comentário número:

À cada sobrinho-neto que nasce, torno-me mais criança. Parabéns à família, por mais + uma vinda da "Dona Cegonha"... Muito bom, Guidinha querida!

Beijos,
da Lúcia

Profª Lourdes postou o comentário número:

Oi Renata!! fiquei emocionada com teu lindo comentário. Os milagres acontecem isso não tenhamos dúvidas. O poder de Deus é infinito. Brenda é filha da minha filha Adriana, e Beatriz é filha da minha filha Ariane, que teve o problema da endometriose. Graças a Deus vencemos!!! e você e sua familia também são abençoadas. Abraços!! vlote sempre! Uma noite abençoada.

Mariana Penna postou o comentário número:

Que delícia esse burburinho todo!!

Lindo o vestidinho.

Renatinha, um beijo de boa noite!!

Helena Compagno postou o comentário número:

Renatinha! quando eu era mãe de primeira viagem ah, como gostaria de ter uma pessoa assim, como você, disposta a ceder o seu espaço para que eu pudesse espiar o que minhas crias faziam longe de mim! Eu era tão neurótica que não acreditava que elas ficavam bem longe de mim, na escolinha, mesmo que as tias sempre me tranquilizavam, sempre voltava para casa com aquela dor por ter "abandonado" a cria...
Depois, quando já crescidas, fui morar vizinha a um colégio e eu adorava aquela gritaria, isso traz vida, traz alegria!
Beijos

Profª Lourdes postou o comentário número:

Olá amiga! boa noite, obrigada pela visita, você sabe como nós blogueira amamos os comentários e eu améi o seu. Abraços uma linda noite.

Leninha postou o comentário número:

....é Renata,pelas minhas bandas o "barulhinho"é outro,sirenes e mais sirenes de ambulância,de bombeiros e já até me acostumei a me desligar deste barulho tão funesto.Mas pelas manhãs tenho o prazer de ficar no consultório e então ouço também estas mesmas criancinhas,só que o barulho dos carros se mistura e escuto um pouco menos.
Agora mesmo um bando de maritacas passou perto da janela de meu quarto para me lembrar que este é também um barulho de vida,de natureza...e muito lindo,por sinal.A mata fica ao alcance da minha visão e ela passam por aqui,quando vem e quando vão...uma delícia.
Quanto à familia e crianças,minha neta mais nova já esta com oito anos e não terei mais bebêzinhos para acalentar tão cedo.Devo ficar na espera de sobrinhos netos,mas os três futuros candidatos a pais e mães não estão a pensar nisto por enquanto...só pensam em estudar e mais nada.
Lá em Muriaé tenho sobrinhos(de meu marido,mas que considero meus)que já tem netos e esta semana irei conhecer uma delas.Para mim também é uma alegria.
Vou parar senão vai virar uma postagem.Adorei o seu texto!Que bom saber que a família vai crescer e que você vai ter um bebê para usufruir de vez em quando.Em uma família unida como a sua é mesmo uma benção.

Bjssssss,amiga Renata,
Leninha

Cauê Santos postou o comentário número:

Oi Renataaaa !
Mas tu vê só ! É tudo de bom ler teus comentários, sabias?
Tu sabes que coloquei aquele "widget" no blog, que ao fim de uma postagem, tem sugestão de outras.
Eu não sabia como colocava essa ferramenta, e descobri há pouco.
Mas aquilo é pavoroso ! Sei por mim.
Pq daí tu vê uma coisa, e daí tem outra que te chama muito muito atenção, e daí tu vai nessa, e vê outra que tb chama mt mt atenção.. Daí a volta é medonha ! Hehehehehehee
Saber em que fase estamos vivendo internamente é muito bom pq ajuda a se entender melhor né. Eu acho que já passei vários invernos, e muitas primaveras tb. Apesar que quase sempre to em verão.
Mas acho que meu momento é outono.
To muito focado em algumas coisas. Ano passado conquistei, e agora estou dando crescimento as minhas conquistas.
Mas sabe que li a tua postagem sobre o novo baby na família. Que notícia maravilhosa né !
Digo por minha sobrinha que é tudo de bom, trouxe tanta coisa boa pra nós. Pra mim e pra minha família !
Minha família é de homens. Tem 4 homens pra cada mulher. A maioria dos netos da minha vó são homens.
Na minha casa, são 5 homens, meu pai e mais 3 irmãos, e minha avó e mãe.
Daí tu já viu, nascer uma guriazinha, é pra arrebentar com tudo né... hehehehehe
É um xodózinho !:P
E acho sim, que todos temos uma criança dentro de nós. Esses tempos vi num DVD tradicionalista aqui do RS, um gaúcho velho dizendo que todo homem traz um pouco de criança dentro de si, e que só existe uma infância na vida.
Interessante né?
Booom, vo lá que o papo se estendeu ! Hehehe
Um beijo no coração, e aqueele abraço
Cauê

Kika Diniz postou o comentário número:

Oi Guidinha,saudades! Adorei o post!
Mas olha, vou te dizer que minha criança interior hoje resolveu se libertar e gritou, brigou com o médico e só faltou chorar pra não tomar anestesia local!!! Juro fiquei completamente insana, igualzinho quando era criança e saia correndo pra não tomar injeção!hahaha
Nada parecido com esses seres fofos que ouve pela sua janela!rs
Bjks bom fim de semana

Mônica postou o comentário número:

Guidinha!
Lá em casa tambem temos estas roupinhas, mas hoje em dia as crianças nascem taõ grandes que nao cabem!
com amizade Monica
Que Santa Clara nos proteja e abençoe

Valéria Ferro postou o comentário número:

Querida Renata, boa noite que delicia te ler, quando relatou a passarinhada e seus barulhos, imaginei daqui a cena e senti alegria, sorte a sua.
Sorte de ter tambem uma familia viva, alegre,unida, que bom te ler amiga.Ando sumida demais desse mundo virtual, nao tenho tempo mais, quando post, deixo vários post agendados e confesso que sinto saudades dos dias calmos.Mas está bom, preciso relaizar meus sonhos como profissional e pra isso estou suando a camisa.Fique com Deus e fiquei muito feliz em saber que adora o santa dica da casa.Bj menina linda, te adoro.Que vc e sua familia linda tenha um lindo fim de semana e felicidades a sua sobrinha que será mamae e sua irmão que será vovó.
Valeria

Rô... postou o comentário número:

oi minha amiga,

espero que esteja tudo bem na casa nova,
estive distante daqui,me dedicando apenas a minha visitante inesperada,uma bronco pneumonia,
mas morri de saudades,
e que delicia chego e encontro essa novidade,
amo crianças e não vejo a hora dos netinhos começarem a chegar...
adorei o vestidinho,
e claro que se for menina vai usar...

beijinhos e parabéns à Bruna ao marido e a toda família...

casa de professora postou o comentário número:

Ai amiga, sabe que estou de licença-saúde né? Pois é moro atrás de uma escola e até me sinto feliz com a bagunça da criançada? Eu acho que a minha criança interior virou adolescente e não quer mais crescer...rs, bjs!

Nívia F. postou o comentário número:

Oi, Guidinha!!! Lembra de mim??? Quero ver se lembra! rsrsrs

Olha, li seu post e fiquei pensando: Como eu queria ter alguém que morasse ao lado da creche onde minha baby está ficando agora, que me cedesse um espacinho e umas horinhas pra que eu pudesse ouvir como minha pérola fica na creche. Dá uma dó no peito em pensar que ela está chorando, sentindo falta do meu aconchego, pensando que eu a abandonei...

Beijos e sucesso!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...