Brincando com os filhos

Devo estar absolutamente maluca por não me sentir incomodada com a barulheira que está vindo aqui do andar de cima... Uma criança não tão pequena (deve estar com sete anos aproximadamente) corre pra lá e pra cá em uma farra danada com o pai.
Agora mesmo ele chegou à janela e fazendo uma voz que me lembrou do Fred Flinstones, comentou em uma altura razoável que a chuva está chegando e depois começou a afirmar que é Maicon Jordan. Pude ouvir as gargalhadas da menina. Nem imagino o que deve estar sendo usado como cesta... Sei que a mãe está em casa, porém parece achar melhor ficar na dela (a família não é normalmente barulhenta e nunca me incomodou). Os dois, pai e filha brincam sempre juntos aos sábados pela manhã dando a impressão que tem um montão de gente na casa, mas a farra na verdade é só deles mesmo. Reclamar de quê? De estar cercada de gente que se ama? De um pai que brinca de verdade com sua filhota? Ah se os barulhos do mundo fossem provenientes de crianças brincando aos sábados com seus pais...
Fico pensando em o quanto isso passa rápido (nossas crianças pequenas), mas o que se vive nesse período pode ser o diferencial para o resto da vida de todo um grupo familiar.
Acho que brinquei mais de bonecas, joguinhos, montar barracas, carrinhos, bolas de gude, panelinhas e tudo que envolve o mundo do faz de conta, com minhas meninas que em minha própria infância. O tempo passou e o arsenal de brinquedos da casa ganhou novos donos... Já não vivo a crochetar vestidinhos para as Barbies. É verdade que alguns brinquedos (pouquíssimos) não se foram, continuam guardados a espera do desapego ou da chegada dos filhos delas, mas tenho certeza de que mais que todo o aparato material, carregamos todos nós, o pai, elas e eu o doce sabor da brincadeira. Passou sim, o tempo passou e não temos mais bolas, bonecas, carrinhos espalhados pela casa, mas não foi embora a alegria e diversão. O lúdico não precisa mais dessas ferramentas, instalou-se no coração.
Fico feliz em saber que aqui no andar de cima está uma farra danada. Tem gente feliz e família se solidificando. Tem amor!
O que me incomoda são desavenças, música alta em horário e local inadequado, crianças sem limites, pais omissos...


 O 1º quebra-cabeça de Beatriz (presente da prima Sara), guardado com carinho após muitas brincadeiras com o pai e mais tarde "cedido" para irmãzinha Clarisse também brincar  em família.
 

Bem, como disse o Fred Flinstones aqui de cima, a chuva parece estar chegando, preciso fechar as janelas...


* postagem escrita ontem, porém abri mão de publicá-la enquanto escrevia para sair com uma das filhas... Convívio familiar é mais importante que Blog, não é?

9 comentários:

mali postou o comentário número:

Olá, é isso mesmo o ruido das crianças a correr pla casa é bem mais agradável
que outros certos ruidos.É sempre bom ver e ouvir alegria das crianças
Bjs.

Adriana postou o comentário número:

Que lindo o que vc escreveu, Renata!!! Que visão vc teve, hem???!!! Lá na praia, como já disse, moro em um ap. Os vizinhos reclamam até de nossa respiração... afffff!!! E família unida e feliz é barulhentinha mesmo!!!
bjkass

Rô... postou o comentário número:

oi Re,

aqui em casa não tem vizinhos com crianças,
a não ser no prédio ao lado,
mas esse não faz barulho algum,
pelo contrário em silêncio,
sorrateiramente,
joga pela janela tudo que encontra ao seu alcance,
e o meu jardim fica sempre cheios de objetos e brinquedos de menino...
ele é terrível,
faz isso para chamar a atenção,tanto da minha cadelinha,
como dos pais dele...
preferia as gargalhadas e a correria do seu vizinho...
aqui em casa logo mais,
assim que a netinha Valentina nascer,vamos voltar a ter brinquedos espalhados pelo chão,
eu adoro...

beijinhos

Jô Turquezza postou o comentário número:

Ai Guidinha, acho nossas observações tão parecidas .......... só não sei transmitir bonito assim como você faz tão bem rsrs
Exatamente, o amor não incomoda.
Vou levar para o Face, ok?
Boa semana.
Beijos amiga.

Deusa postou o comentário número:

Jesusssss....Mulherrrr...Sera que você e minha vizinha aqui do andar debaixoooo...kkkkk.
Não me diga uma coisa destas...kkkkk.Marido e Maitê fazem uma barulhada,uma correria,uma falação,eu fico só no:
-Gente...A vizinha de baixo deve estar horrorizada....Gente,não corre,já ta tarde?
Mas ninguém me ouve....
Estava com saudades amiga,estava precisando de um tempo só pra mim,a gente cuida de todo mundo e de tudo e quando vê se esqueceu de se cuidar,não falo do corpo,mas da mente.Estava chegando de férias cansadissima...Vê se pode?.Agora já me sinto muito melhor,mais disposta.
Sabe que eu vejo minha filha hoje em dia,aos Sete anos de idade,só brinca em casa ou cercada do pai e mãe no parquinho.Não pode dormir nas casas das amiguinhas (como diz o Datena os piores crimes contra as crianças,ocorre entre quatro paredes)não brinca de Peteca,bola,corrida na rua...Pais em estado de alerta 24 horas por dia e filhos sozinhos e inseguros.E dificil,mas vivo me monitorando para não afetar mais que ja afeto com a superproteção que temos.Dias de hoje....Fazer o que.
Deusa
vasinhos coloridos

Déa Prado postou o comentário número:

Que lindo....
Realmente eu amo, adoro, bisbilhotar amor, me comovo, choro, adoro aquilo que chamam de cafonices, fazer o que, tenho esse coração sentimental e adoro observar o mundo...
Que bom que você tem olhos que vê, ouvidos que escutam e coração que sente...
(esses barulhos são bemmmmm melhores que o funk aqui dos vizinhos, infelizmente tive que comprar uma janela anti ruídos, é como o terapeuta dizia em lugares (coração) fechado não entra dor, mas também não entra amor).
Uma beijoca.

Lúcia Bezerra de Paiva postou o comentário número:

Folheei algumas páginas, algumas li, outras não. É como estudo de textos, quando acumulava na faculdade...rsrs .Vi e lí, numa das páginas sobre uma atemporalidade de uma bela união. Amei!
Nesse aí, concordo plenamente, esse tipo de barulho, em cima de nosso teto, não perturba, muito pelo contrário...é tão lindo.

Deixo-lhe um forte abraço, com saudades.

Algodão Tão Doce postou o comentário número:

Acabei de conhecer o seu blog e achei lindo o garotinho princeso!!!Maravilha!Me visite:http://algodaotaodoce.blogspot.com.br/
Siga-me e pegue o meu selinho!!!

Obrigada.

Beijos Marie.

Drea postou o comentário número:

Parabéns pelo blog vim fazer uma visita, espero vc no meu bjs.
http://drea-amigos.blogspot.com.br/

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...